quarta-feira, 21 de novembro de 2012

O outono e as frutas da época

Deixo o meu artigo que foi publicado a 15/11/2012 no Jornal Diário Oje:
http://www.oje.pt/lifestyle/saude-beleza/o-outono-e-as-frutas-da-epoca

Romãs, tangerinas, uvas, dióspiros são alguns dos frutos que não devem ser renegados da alimentação diária. Veja porquê...
Ooutono é uma estação do ano repleta de frutos bastante caraterísticos. Entre eles, destaque para as uvas, os dióspiros, as castanhas, marmelos, gamboas, algumas variedades de figos mais tardias, romãs, tangeras e algumas espécies de maçãs e peras. Para além dos predicados associados ao sabor e textura, também é frequente dizer-se que alguns destes frutos são hipercalóricos ou que são "muito ricos em açúcares".

De acordo com as tabelas de composição alimentar disponíveis, e seguindo as orientações que impedem que se reneguem alimentos, "não há frutos proibidos". Todos têm características nutricionais importantes e devem ser conhecidas. A título de exemplo:

- As uvas, desde há uns anos, ganharam má fama por se dizer que contêm enormes quantidades de açúcar. Porém, são extremamente ricas em fibra, contêm grandes quantidades de taninos e a sua casca é também rica em flavonóides, os quais, hoje em dia, são valorizados no vinho, mas esquecidos nas uvas. Estes compostos são importantes para a regulação do colesterol HDL (conhecido por bom colesterol) e têm uma ação anti-inflamatória relevante. Também na sua casca existe o resveratrol, um importante antioxidante que, para além de prevenir o envelhecimento ainda tem como caraterística evitar o desenvolvimento de cancro. Existem ainda evidências científicas que referem que o resveratrol é excelente na prevenção de doenças circulatórias, AVC e no desenvolvimento da placa de ateroma.

- Quanto ao dióspiro, mais um fruto controverso, em primeiro lugar, por 100 gramas possui 58 Kcal. Sabendo que 100 gramas de bolacha Maria possuem 436 kcal, assim se percebe que a troca tem inúmeros ganhos, do ponto de vista calórico. Este fruto, riquíssimo em vitamina A, folatos, caroteno e vitamina C e ainda em sódio, potássio, fósforo e magnésio, é uma excelente aposta nesta altura do ano!

- As romãs já na Grécia Antiga simbolizavam o amor e a fecundidade, consagrando-se a romãzeira à deusa Afrodite. Nutricionalmente, é considerada um excelente fitoterápico pela sua riqueza em vitamina A, vitaminas do complexo B, cálcio, ferro, fósforo e potássio, além de ser um dos alimentos com maior teor de manganês. O seu sumo apresenta na sua composição, tal como nas uvas, alguns compostos fenólicos, como as antocianinas, quercitina, ácidos fenólicos e taninos.

Cada vez mais temos de deixar de contar calorias e passar a contar nutrientes! Mas, acima de tudo, é importante deixar para trás a ideia de que qualquer fruta é hipercalórica, porque nenhuma delas o é! Os alimentos hipercalóricos são os processados, os alimentos ricos em gordura ou em hidratos de carbono simples. O que não é o caso de nenhuma peça de fruta!

1 comentário:

António Jesus Batalha disse...

Ao passar pela net encontrei o seu blog , que me chamou à atenção li a primeira postagem e folhe-ei mais lagumas, é um blog feito com muito entusiasmo, e dedicação, gostei do conteúdo e quero deixar os meus parabéns, quando encontro um blog bom deixo sempre um comentário e um convite.Ficarei grato se me der a honra da sua visita no meu blog O Peregrino E Servo. Se desejar seguir eu sempre vou retribuir seguindo seu blog também.
Sou António Batalha, cristão evangelico. Deixo a minha benção, e a paz de Jesus.
PS.Ao seguir meu blog faça-o de forma a que eu possa encontrar o seu blog, para que possa segui também.