segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Diospiro, um dos nossos frutos de Outono...

São deliciosos, sumarentos....
No entanto são muitas vezes tidos como um dos frutos a retirar de qualquer "dieta"...

São considerados hipercalóricos e por isso são algo como o "diabo"...

No entanto vamos ver outras qualidades:
Os diospiros têm um elevado conteúdo de taninos, o que faz com que os frutos não amadurecidos sejam adstringentes e com sabor amargo. Ainda assim, existem variedades com baixos teores de taninos, denominados não - adstringentes. Bem como, quanto mais maduros, menor a quantidade de taninos.


Uma grande parte da sua composição é água, no entanto são ricos em hidratos de carbono, principalmente frutose, aos quais se deve o seu teor calórico.
São frutos com um quantidade moderada de fibras solúveis, beta-caroteno e potássio.

Vantagens e desvantagens

Devido ao seu elevado teor de hidratos de carbono, principalmente os de absorção rápida, o consumo de diospiro deverá ser moderado pelo aporte energético e pelas alterações de glicémia (nível de açúcar no sangue) que podem provocar.
Quando a pectina, uma fibra solúvel encontrada nas frutas, chega ao intestino sofre um processo de fermentação que liberta ácidos gordos de cadeia curta. Estes são responsáveis pelos efeitos benéficos para a saúde, nomeadamente no controlo da glicémia e dos níveis de colesterol no sangue, ajuda no processo inflamatório na parede do intestino e promove uma flora intestinal mais saudável.

O potássio é importante para a tensão arterial, para o equilíbrio dos fluídos do corpo e para a contracção muscular. Tem um leve efeito diurético pelo seu conteúdo em água e potássio, que poderá ser benéfico no caso de gota e hipertensão arterial ou em caso de perdas excessivas de potássio, como durante a utilização de diuréticos. É desaconselhado em casos de insuficiência renal, visto que nesta condição o consumo de potássio é restrito.

Os carotenos são transformados em vitamina A depois de absorvidos pelo organismo. A vitamina A é um componente dos pigmentos visuais responsáveis pela recepção de luz na retina dos olhos. Além disso, é importante para uma pele saudável, no crescimento, desenvolvimento ósseo e para a reprodução.

Assim, tendo em conta o facto de ser um fruto da estação, o facto ter alguns efeitos benéficos, podemos sempre comer, desde que não exageremos...

4 comentários:

Luciana disse...

Não é um fruto muito "publicitado" e já me tinha indagado quanto às suas propriedades. Bom esclarecimento!

Nutricionista Inês Gil Forte disse...

De nada!
Lembrei-me porque comi 2 este fds...achei que teria uma certa piada!

Alexandra disse...

Fiquei esclarecida... Por acaso já me tinha questionado sobre ele!
Abraços :)

DD disse...

É um dos meus frutos favoritos. Não sei quantas calorias tem mas imagino que se comer 3 ou 4 numa semana não deve ser assi tão desastroso para a "linha". Quantas calorias tem um médio.
Obrigada.